Qual o custo de vida para um estudante na Universidade de Linköping?

Postad i: Custo de vida den 20 January, 2018 av Jean

0 people like this post.

                        

 

A decisão de estudar no exterior implica em um exercício de planejamento pessoal. Viver por um período de 2 anos em outro país (no caso de um mestrado) demanda adaptação ao custo de vida local, que para um estudante na Suécia é superior ao requerido no Brasil.

Existem diversas fontes de informação sobre este assunto disponíveis em língua inglesa. Uma delas, a qual considero relevante, você pode consultar através deste link. “Study in Sweden” é o site oficial de divulgação das opções de estudo universitário na Suécia, focado na atração de estudantes de outros países.

De forma resumida, o “Study in Sweden” estipula o custo de vida médio mensal para um estudante na Suécia conforme abaixo. Este valor é apenas uma média, e varia conforme o estilo de vida de cada pessoa e o local onde vive.

SEK 2000    Alimentação
SEK 3700    Acomodação
SEK   550     Transporte local
SEK  300     Telefone e internet
SEK 1450    Passatempo/ lazer/ diversos

SEK 8.000  Total

O total acima, SEK 8000 (coroas suecas), equivale a aproximadamente € 850 (euros) ou $1,000 (dólares americanos)

 

——————————————————————————————————————————————–

Considerando a média acima, realizamos uma consulta com alguns colegas do mestrado para fornecer informação direto da fonte. Abaixo você pode ver depoimentos de alguns colegas, cada um com estilo de vida diferente. Todos eles estudaram na Universidade de Linköping e residiram em Linköping, e de uma maneira geral confirmam a média sugerida pelo site “Study in Sweden”.

  • SEK 7342 – morando em um quarto de moradia estudantil com cozinha compartilhada (corridor room)

“Eu pago SEK 3342 para o meu quarto (internet, eletricidade e aquecimento estão inclusos). Eu não sei exatamente o quanto gasto no restante, mas não é mais do que SEK 4000 por mês, se você cozinhar por conta e não em restaurantes.”

  • SEK 5400  – morando em um quarto de uma casa compartilhada

“Eu pago pelo aluguel da casa, a qual eu divido com outras duas pessoas o valor de SEK 3000 por mês. Por semana, eu gasto aproximadamente SEK 600 em alimentação. Tem também outros valores que gasto e não estão incluídos aqui.”

  • SEK 6700 – morando em um quarto de um apartamento compartilhado

“Meus custos são SEK 3200 para o aluguel, SEK 2500 para comida e SEK 1000 para outros custos.”

  • SEK 9000 – morando em um quarto de uma casa compartilhada, usando carro próprio

“Eu não mantenho controle rígido, mas eu mais ou penos gasto SEK 9000 para tudo, incluindo o custo do meu próprio carro. Eu  gasto SEK 3000 para o aluguel, SEK 2000 para alimentação e bebidas (não incluso bebidas alcoólicas), SEK 2000 com o carro e entre SEK 1000 e SEK 2000 em utras coisas, como diversão, celular e materiais para estudo.”


Dicas!

  • Linköping oferece um sistema organizado de ciclovias, você pode se locomover de bicicleta para a maior parte dos destinos dentro da cidade, gerando economia!
  • No caso de vir residir em Linköping, provavelmente precisará realizar transferências de dinheiro do Brasil para cá. O Transferwise pode auxiliar você, através de reduzidas taxas de transferência, na ordem de 2,5% sobre o total da transação.
  •  Numbeo  é um site que oferece informação sobre o custo de vida. É possível comparar cidades ao redor do mundo, uma referência que pode ser útil para você!
  • Existem várias opções de bolsas de estudo que podem ajudar você a alcançar o sonho de estudar no exterior.

——————————————————————————————————————————————–

Você está considerando Linköping como o seu destino para estudos no exterior? 

Compartilhe conosco suas ideias, anseios e desafios! Deixe um comentário! : D


 

Taggar:  -  -  -  - 



Pesquisador que atuou na Universidade de Linköping recebe Prêmio Capes de Tese

Postad i: Entrevista, Pesquisador visitante den 18 January, 2018 av Jean

0 people like this post.

A Universidade de Linköping (LiU) é reconhecida pela sua contribuição científica ao desenvolver pesquisas de elevado impacto.  Atraído pelo mérito científico do Dr. Carlos Guerrero-Bosagna na área de epigenética, o pesquisador brasileiro Fábio Pertille embarcou para a Suécia em 2015. Além de publicações científicas relevantes e oportunidade de convívio, a experiência internacional resultou na conquista do Prêmio CAPES de Tese 2017, o qual reconheceu as melhores teses de doutorado defendidas em 2016. 

Confira a entrevista e saiba mais sobre a relação do Fábio com a Universidade de Linköping e suas conquistas.


Fábio no evento de premiação da CAPES

 

  • Qual o motivo que o atraiu para a Suécia e para a Universidade de Linköping?

Apliquei para 3 diferentes bolsas “Sanduíche” do Brasil no ano de 2015, com o objetivo de realizar um estágio de pesquisador visitante na Suécia. Foi através da bolsa PDSE da CAPES que eu pude atingir este objetivo.
O interesse pela Universidade de Linköping (LiU) surgiu pelo fato do pesquisador da LiU trabalhar e ter um grande mérito científico na área de epigenética, a qual eu tinha interesse. Foi uma oportunidade que surgiu a partir de uma parceria que eu tinha no Brasil com a Embrapa Suínos e Aves, da cidade de Concórdia – SC,  e com o professor Dr. Ricardo Zanella da Universidade de Passo Fundo – RS, que me colocou em contato com este pesquisador. O nome dele é Dr. Carlos Guerrero-Bosagna, o qual desenvolve pesquisa em epigenética dentro do departamento IFM da LiU (Departamento de Física, Química e Biologia), mais especificamente no “Avian group”, coordenado pelo professor Dr. Per Jensen.

  • Quais atividades você desenvolveu na LiU? Quem são as pessoas e instituições envolvidas?

Participei de inúmeros trabalhos dentro do ramo da pesquisa em genética/ epigenética aplicadas a diferentes modelos animais como galinhas, cães e humanos. Desenvolvemos uma nova técnica para análise epigenética em diferentes espécies de interesse da qual parte do estudo gerou uma publicação na revista Scientific Reports/Nature “http://www.nature.com/articles/srep26929” e que se iniciou no Brasil, na universidade onde fiz toda a minha pós graduação, a Universidade de São Paulo, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, departamento de Zootecnia, laboratório de Biotecnologia Animal sob a orientação do professor Dr. Luiz Lehmann Coutinho. Com a aplicação da técnica desenvolvida em parceria com a Universidade de Linköping, lançamos mão de um novo estudo em parceria também com o “Grupo de pesquisa de bem-estar animal” da Universidade Norueguesa de Ciências da Vida. Neste novo estudo, identificamos marcas epigenéticas relacionadas às práticas de criação de galinhas, sendo este trabalho publicado no Jounal of Experimental Biology http://jeb.biologists.org/content/220/19/3579.abstract.
Estamos ainda trabalhando em algo que será uma grande novidade evolutiva e pretendemos publicar este trabalho no início deste ano. Ele faz parte do estágio que foi desenvolvido em parceria com a Suécia em 2015.

  • O que você faz no Brasil?

Atualmente sou pós doutorando na Universidade de São Paulo, Campus Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, departamento de Zootecnia na área de Genética e Epigenética aplicada a animais de produção.

  • Como a vinda para a Universidade de Linköping contribuiu para o seu futuro e da sua instituição?

A minha participação no grupo de pesquisa do professor Per Jensen contribuiu fortemente para meu currículo e possibilitou que minha tese recebesse um prêmio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), outorgado para as melhores teses de doutorado defendidas em 2016. O Prêmio consiste em diploma; medalha; bolsa de pós-doutorado nacional de até 12 meses;  auxílio para participação em congresso nacional para o orientador; distinção a ser outorgada ao orientador, coorientador e ao programa em que foi defendida a tese.

Neste tempo que fiquei na LiU adquiri um background que me colocou em contato com inúmeros outros pesquisadores, como o professor Dr. Adroaldo Zanella da FMVZ/USP, com o qual já iniciei uma parceria. Em agosto de 2017, estive por duas semanas desenvolvendo um trabalho na LIU, em parceria novamente com os pesquisadores do “Avian Group”. Esta parceria perdura até hoje e ainda nos renderá muitos frutos para os próximos anos.

  • De uma maneira geral, como classifica a experiência?

A experiência foi excelente. Eu devo muito a Universidade de Linköping, que me acolheu com toda a infraestrutura necessária para desenvolvimento do meu trabalho e com profissionais qualificados para dar suporte ao trabalho desenvolvido. Existe um interesse internacional muito evidente em subsidiar pesquisadores de países em desenvolvimento como o Brasil, que estejam interessados em desenvolver a sua pesquisa em países estrangeiros.

 

Pesquisador Fábio Pertille com a medalha recebida da CAPES

________________________________________________________________________________
Faça como o Fábio, venha para a Universidade de Linköping.
Saiba mais sobre pesquisas: https://liu.se/en/research 
Conheça as oportunidades de Mestrado para potencializar sua carreira: https://liu.se/en/article/masters-studies


 

Taggar:  -  -  -  -  -  -  - 



Dicas para a carta de intenção

Postad i: Allmän, processo de aplicação den 12 January, 2018 av Marcela

0 people like this post.

Muitas questões podem surgir antes e durante a elaboração da carta de intenção para o processo de aplicação. Aqui vão algumas dicas pra você. Mas antes é muito importante mencionar que muitos programas de mestrado têm requerimentos específicos sobre o conteúdo da carta de intenção. Então tenha certeza de que primeiramente a sua carta siga esses requerimentos 😉 

A primeira coisa que eu pensava quando ia começar a elaborar a estrutura da carta era que eu tinha que me apresentar de uma forma completa, pois ninguém que irá ler a carta me conhece pessoalmente. Então começava a pensar em alguma forma resumida para contar um pouco sobre mim.

Dividi o meu texto mais ou menos nos seguintes temas:

A minha personalidade – nessa parte eu procurava descrever um pouco sobre as minhas maiores qualidades. Em outras palavras, discorri sobre quais eram as minhas características mais marcantes conectando-as aos estudos e vida profissional.

Meus objetivos – escrevi sobre com o que eu sonhava em fazer antes de entrar na universidade. Sobre o por quê de eu ter escolhido meu curso na universidade e o que pretendia no futuro.

Os desafios que já superei – aqui o destaque era para os obstáculos que já superei e como fiz para superá-los.

Os êxitos que alcancei – nessa parte eu apresentava os resultados provindos da superação dos desafios. O que consegui conquistar e também oferecia alguns detalhes.

O que aprendi? – após focar nos meus objetivos, superar as dificuldades e conseguir atingir os êxitos, descrevi aqui tudo o que aprendi com isso.

Meus planos para o futuro – ligando todos os fatos anteriores, apresentei aqui nessa seção o motivo de querer estudar na universidade de Linköping, o por quê de estudar na Suécia e o que pretendo após terminar o curso de mestrado.

Além dessa organização estrutural da carta, ela tem que ser escrita em inglês e após finalizada eu pedi para alguém que fosse nativo da língua inglesa para revisá-la e assim evitar qualquer erro gramatical ou frases sem sentido. Se você não conhecer ninguém nativo da língua inglesa também é possível pedir para que um professor de inglês revise a sua carta.

Espero ter te ajudado na confecção da sua carta de intenção para o processo de aplicação na universidade de Linköping. Boa sorte!

 


 

Taggar:  -  -  -  -  - 



O programa de Engenharia Aeronáutica da LiU

Postad i: Allmän, Sobre os cursos den 10 January, 2018 av André

0 people like this post.

O mestrado em Engenharia Aeronáutica de Universidade de Linköping, apesar de relativamente novo, vem de uma tradição de longa data da LiU na área. Conhecida na Suécia como a capital da aviação, Linköping abriga diversas empresas do setor aeronáutico, sendo a Saab a mais conhecida, além de uma base aérea e um museu da Força Aérea sueca, com aeronaves de diversos períodos, incluindo exemplares raros de aviões militares das duas grandes guerras.

O programa é estruturado por um conjunto de matérias mandatórias em  disciplinas básicas na área de aeronáutica, que se agrupam em três categorias principais: engenharia de sistemas, estruturas e aerodinâmica. A partir do segundo semestre do curso matérias eletivas devem ser escolhidas nessas áreas, complementando as disciplinas mandatórias até que uma carga de 90 créditos ECTS (tipo de créditos usados na Europa) seja alcançada ao término do terceiro semestre.

As matérias eletivas são escolhidas de acordo com a área de interesse do aluno, possibilitando uma formação única para cada um.

Nesse link (sob a aba Curriculum) você pode ver uma lista de todas as matérias disponíveis para alunos do mestrado em Engenharia Aeronáutica, entre mandatórias e eletivas.

Além das matérias nessa página, a universidade oferece a possibilidade de se escolher cursos não listados, desde que sejam relacionadas á sua formação, através de um processo de solicitação feito com conselheiros estudantis. Isso abre mais ainda o leque de possibilidades de adequação do programa às necessidades de cada um (lembrando que a matéria tem que ser relevante para sua formação em engenharia aeronáutica!).

Um detalhe interessante do programa são as matérias de projeto de aeronaves, que acontecem no segundo e terceiros semestres do mestrado. Ao longo do processo, cursos na área de projetos se iniciam com conceitos teóricos, partindo para um projeto conceitual, e terminando na construção de um protótipo. No vídeo abaixo é possível ver um exemplo de projeto desenvolvido anteriormente. Por último, no segundo período do terceiro semestre, o aluno escolhe entre um curso de projeto em uma das três áreas já mencionadas, como um complemento aos cursos de projetos, e uma preparação para o projeto final.

O quarto semestre, por fim, é dedicado à elaboração de uma tese de mestrado. A tese, diferente do que se faz normalmente no Brasil, pode ser realizada tanto dentro quanto fora da universidade. Dessa maneira, alunos podem desenvolver seus projetos em empresas ou até em outras universidades, aumentando ainda mais as possibilidades de campos de trabalho.

Mais detalhes sobre o programa podem ser encontrados também no link logo aí em cima, e também na página da LiU sobre o mestrado em Engenharia Aeronáutica. Além desse post com informações sobre o processo de inscrição na LiU.

Se ainda tiver alguma dúvida, envie uma pergunta usando esse formulário de contato da universidade. Ou então deixe um comentário por aqui!


 

Taggar:  -  -  -  -  -  -  - 



Como é o programa de mestrado em Ciência para o Desenvolvimento Sustentável?

Postad i: Allmän, Sobre os cursos den 8 January, 2018 av Marcela

0 people like this post.

Vou te contar um pouco sobre como é o curso de mestrado que estou cursando. Estou no segundo ano do programa e durante quase um ano e meio ganhei muito conhecimento e desenvolvi algumas habilidades também como aperfeiçoamento em Sistema de Informação Geográfica, gerenciamento de projetos em grupo e direcionamento de apresentações cientificas adaptadas para diferentes stakeholders.

O programa é focado na solução de problemas reais por meio da aplicação de ciência e levando em conta uma perspectiva critica sobre os desafios conectados ao ambiente. A primeira matéria do programa já é focada para que os estudantes possam compreender o que é e como fazer uma análise critica de problemas ambientais. No segundo curso, os recursos naturais são o tema dos debates que irão permitir entender a multiplicidade de perspectivas de cada recurso. Vale mencionar que os conteúdos dos cursos também são moldados de acordo com atualizações no cenário dos acordos entre países e outros eventos recentes.

O último curso do primeiro semestre tem como principal ponto de discussão as mudanças climáticas em sua perspectiva científica e política. Nele você vai poder simular como ocorrem as negociações sobre mudanças climáticas como as Conferências das Partes (COPs).

O segundo semestre começa com um curso sobre abordagens analíticas da sustentabilidade que irá aprofundar mais em tópicos como indicadores de sustentabilidade e avaliação de ciclo de vida. Assim como no primeiro semestre o tema sobre recursos naturais irá voltar na segunda matéria do segundo semestre. Dessa vez, após entendido as múltiplas questões que envolvem os recursos naturais, esse curso irá focar nas possibilidades de gerenciamento dos mesmos.

Iniciando o terceiro semestre, o curso de planejamento de estudos ambientais em desenvolvimento sustentável irá te apresentar técnicas e métodos para que você possa desenvolver um projeto ambiental que poderá ser relacionado ou não à sua tese mestrado. Após esse curso existem os cursos de especialização sugeridos pelo programa que também inclui a possibilidade de fazer um estágio na área, mas você também pode optar por outros oferecidos na universidade. É um pouco antes dessa fase que você começa a pensar mais no seu tópico da tese de mestrado e a partir dos cursos de especialização é esperado que você tenha um tópico delimitado e um orientador para indicar ao coordenador do curso.

Se interessou? Aqui você pode obter mais informações sobre o programa e aqui sobre os processos de aplicação.

 


 


Brasilerios

Brasileiros
Olá e bem-vindo! Nós somos Brasileiros estudando na Suécia. Aqui compartilhamos como é estudar na Universidade de Linköping, como é viver na Suécia e tiramos as suas dúvidas sobre os assuntos relacionados. Siga o nosso blog e esperamos te encontrar aqui em Linköping muito em breve!

Sök i bloggen

Sidor

Kategorier

Mest bloggat om

brasil brasileiros brasileiros em linköping brasileiros na suécia estudar em linköping Estudar na Suécia Inovação na Suécia linköping Linköping University mestrado Mestrado em Linköping Pesquisador visitante suécia Tekniska Verken universidade universidade de linköping Vida em Linköping

Arkiv

Metadata



Detta är en personlig webbsida och information framförd här representerar inte Linköpings universitet. Se även Policy för www-publicering vid Linköpings universitet.

This is a personal www page. Opinions expressed here do not represent the official views of Linköpings universitet. Please refer to Linköpings universitets wwwpolicy.



Brasileiros em Linköping drivs av WordPress